Salvador da pátria

Umas notas sobre Salvador Sobral e a canção que venceu o Festival. Está de parabéns e só escrevo isto essencialmente para o afirmar. Vou usar algumas vezes a adversativa, Hoje que, infelizmente, a SIC Notícias não passou O Eixo do Mal, o único programa que sigo na TV. O Festival da Eurovisão é lixo, consegue-se estar…

O sábio aponta para a Lua, o tolo olha para o dedo…

No seguimento do artigo publicado recentemente, e que fez furor nas redes sociais (intitulado «Sumário…»), passo agora a esclarecer mais dúvidas dos visitantes do Wand’rin’ Star, algumas delas hilariantes. Novamente, juntei os termos de pesquisa e questões colocadas: harrison ford magro: Não tenho ideia de ter sido gordo, mas há muitas pessoas que o querem…

Sumário…

Colocaram-me algumas perguntas aqui no site recentemente e gostaria de responder. Com a seriedade possível. Se bem que, às vezes, seja difícil. O wordpress sugere-me sites de que eu possa gostar. O último era uma coisa de livros, “webook”, ou não sei quê, e estes gajos têm lá uma página “quem somos”. Visto que não…

Em defesa de Angelina Jolie

Noticiam as agências: “Angelina Jolie hospitalizada a lutar pela vida, diz tabloide americano”. O National Enquirer diz que a atriz Angelina Jolie está internada e a lutar pela vida devido a “uma combinação de cancro, anorexia e paranoia”. De acordo com a mesma publicação, o peso da atriz ronda agora os 35 quilos. Fontes próximas…

Elegia desconfiada a Clara Ferreira Alves

Esta senhora sempre me atraiu as atenções porque consegue ser pior do que eu! Ontem tive uma espécie de reencontro com as suas opiniões e escrita, e senti-me devolvido ao meu lugar. E isto aconteceu, como as coisas interessantes da vida, por acaso, num lugar literalmente comum, ao ler revistas do Expresso numa sala de…

Ennio Morricone: Óscar. Chi Mai… Quem mais, qualquer um…

“Certamente, foi uma expressão de inteligência cinematográfica… nem sempre a tiveram, os americanos, devo dizer, mas… nesse caso, sem dúvida, viram nela algo de especial e fora da norma; não era uma atriz talentosa, era uma atriz que podia ser ela mesma.” Dacia Maraini, escritora italiana, comentando o primeiro Óscar para Itália, para Anna Magnani….

David Bowie: O Planeta Terra é azul e não há nada a fazer

Seria irresponsável se não fizesse aqui qualquer menção à morte de David Bowie. Enquanto músico. E ele, como músico, sempre teve a coragem de ser diferente. É o mínimo que se pede a um artista e talvez o máximo. Quando soube que faleceu, foi como se morresse um pedaço de música que faz parte da…

Cavaco Silva: O Presidente da Vergonha

Não é meu hábito expressar aqui opiniões de teor político. Nem tenho uma agenda nesse sentido. Mas sinto que é meu dever expressar a indignação e a vergonha que me provoca a recente notícia da condecoração de um futebolista de nome Cristiano Ronaldo por parte do Presidente da República Cavaco Silva. Portugal, de há alguns…

Os melhores filmes de 2013: Agulhas no palheiro

Se as ideias contidas num filme podem caber na cabeça de um alfinete, como disse Orson Welles, tentarei resumir 20, os melhores que vi em 2013. É uma lista subjetiva, não inclui grandes considerações cinéfilas ou sinopses, apenas opiniões sobre algumas obras que vi ou revi. Há diversidade de géneros e abrange quase 40 anos…

O Anti-herói – Espelho da sociedade

Em vários aspetos, o anti-herói é mais interessante do que o herói formal do cinema. É o fugitivo da Justiça perseguido por agentes corruptos, o indivíduo que só quer salvar a pele mas não abdica da ética pessoal, a figura que conquista a simpatia do público. Inserido numa civilização em que os poderes estabelecidos tentam…

Wand’rin’ Stars: Patrick McGilligan

Na minha família, não nos permitiam assistir a filmes enquanto crescíamos, em Madison, no Wisconsin. “Permitir” é uma palavra demasiado forte. Os filmes custavam dinheiro e eram demasiado permissivos, pelo que, na verdade, nunca pensávamos neles. Estávamos demasiado ocupados a viver ao ar livre. Ocasionalmente, assistíamos a filmes familiares na televisão, no programa de Walt…

Wand’rin’ Stars: Patrick McGilligan (English version)

We were not allowed to watch movies growing up in my family in Madison, Wisconsin. “Allowed” is too strong a word. Movies cost money and were too permissive, and actually we never thought of them. We were too busy living a life outdoors. Occasionally we saw family movies on television on the Walt Disney show…

Wand’rin’ Stars: Elsa Reia: Entretenimento e Reflexão

A arte em geral sempre me fascinou, o cinema tem um lugar especial na minha vida embora seja como um amigo que às vezes se encontra mais próximo e outras mais distante. Sou psicóloga clínica e os filmes tiveram e têm um papel interessante e importante na minha formação. Observar e viver um pouco a vida…

Wand’rin’ Stars: Letícia Magalhães Pereira: Cinéfila inata

Não sei se sou precoce ou atrasada. Talvez precoce na inteligência, nos interesses, nos atos. Atrasada em relação à vivência das pessoas da minha idade. Para se ter uma ideia, fui pisar em uma sala de cinema pela primeira vez aos nove anos de idade, e isso na minha própria cidade. Como então uma espectadora…

Wand’rin’ Stars: Ana Isabel Rosa: Ao Encontro da Essência

Já lá vão alguns anos em que encontrei na escrita uma forma de extravasar sentimentos retidos, libertar a alma e desafogar pensamentos que germinavam na minha essência. A escrita ensinou-me a agir em plenitude, orientando-me no esforço em alcançar a verdadeira verdade que durante muito tempo retive na minha individualidade. Sem dúvida que fez surgir…

Wand’rin’ Stars: Jorge Teixeira: De fantasias a realidades

Inverno, fim-de-semana e sossego são provavelmente as três melhores palavras que definem o meu universo cinematográfico de infância. Tal como natal, férias e imaginação seriam também escolhas apropriadas, mas talvez mais específicas e menos abrangentes. O importante a reter é o facto de que a minha relação com a sétima arte começou, na sua maioria,…

Dario Argento no Fantasporto e as atribulações de um caça-autógrafos

A minha carreira como caça-autógrafos foi desastrosa e curta. Só tentei arranjar o autógrafo de duas pessoas. A primeira vez, foi o do David Byrne, em 1998. Não tenho o hábito de pedir autógrafos a ninguém, até porque estou a trabalhar e separo as águas. Conheci várias figuras públicas, algumas até admiro, mas lido profissionalmente…

Porquê escrever sobre cinema?

Já me questionei sobre o motivo que me leva a escrever sobre cinema. É uma questão de partilha. Desde miúdo, sempre quis saber mais sobre os filmes ou os atores de que gostava. Como funciona um filme, como interage a equipa, como surgiu a ideia, sem me sentar apático num cinema. Por isso, comprava sempre…