A equipa de futebol dos Pink Floyd

Em dezembro de 1973, A EMI reeditou os dois primeiros álbuns do grupo, The Piper at the Gates of Dawn e A Saucerful of Secrets, sob a denominação A Nice Pair. Havia várias fotos na capa, e uma delas era para ser do pugilista Floyd Patterson, mas o atleta exigiu 5.000 dólares.

pink floyd futebol (2)

Assim, a foto foi substituída por outra, mostrando a Equipa de Futebol Pink Floyd, onde jogavam os quatro elementos (Richard Wright, Roger Waters, David Gilmour e Nick Mason), bem como Storm Thorgerson do duo Hipgnosis (que criava as capas do grupo), o responsável pela iluminação Arthur Max, e o roadie dos Floyd, Steve O’Rourke.

Nesta foto em particular, a equipa contempla a sua recente derrota por 4-0 contra os North London Marxists… David Gilmour recordar-se-ia de uma derrota particularmente terrível frente à mesma equipa, em que o guitarrista quase mordeu parte da língua.

Gilmour, Mason, Waters e Wright ponderam.
Gilmour, Mason, Waters e Wright ponderam.

Não há muitas informações sobre o palmarés da equipa. Conclui-se que se terá saído melhor nos palcos do que nos relvados…

Com as esposas e namoradas participando ativamente como apoiantes e cheerleaders, a equipa dos Pink Floyd também jogou em França, durante a sua tournée pelo país, em 1974, defrontando um coletivo composto por elementos franceses da Harvest Records.

Namoradas, esposas, cheerleaders... não conseguiram evitar as derrotas!
Namoradas, esposas, cheerleaders… não conseguiram evitar as derrotas!

Aliás, o itinerário da digressão de Wish You Were Here, no mesmo ano, foi planeado de acordo com o calendário futebolístico, pelo que o grupo assistia a jogos do campeonato inglês durante a tarde e, à noite, tocava.

Rogers Waters e David Gilmour tiveram muitos desentendimentos, mas, a nível futebolístico, entendiam-se. David sempre foi um “Gooner”, adepto do Arsenal (Gunners), e a paixão de Waters pelo clube vinha já da infância.

Roger Waters e David GIlmour entendiam-se ao nível do futebol, pelo menos.
Roger Waters e David GIlmour entendiam-se ao nível do futebol, pelo menos.

Em Meddle (1971), a canção «Fearless» termina com 30 segundos de uma multidão de fãs do Liverpool a cantar «You’ll Never Walk Alone», tema de Rodgers & Hammerstein gravado no Kop do Estádio Anfield – os adeptos do clube fizeram do tema o seu hino durante muitos anos.

A canção tornou-se popular entre os adeptos depois dos Gerry & the Pacemakers alcançarem o número um do top com a sua versão. Alguns fãs não perceberam a opção, até por se conhecer o fervoroso apoio de Roger Waters ao Arsenal. O título «Fearless» provém do futebol; em calão significa “extraordinário”, e era um termo normalmente usado pela equipa dos Floyd em digressão.

David Furtado

Anúncios

Comentários:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s