O Meu Nome é Ford, Harrison Ford…

Estudante medíocre e pouco aplicado, de feitio circunspecto, Harrison Ford teve um começo de carreira repleto de azares, empenhando-se em pequenos papéis: “‘Pequenos’ é a palavra certa. Eu bem procurava o meu nome nos créditos finais do filme, sem o conseguir encontrar.”

Harrison Ford Return of the Jedi

O seu primeiro papel foi desconcertante. O jovem Ford interpreta um paquete em Dead Heat on a Merry-Go-Round, em 1966. Segundo o ator, “é uma cena em que James Coburn está num hotel e recebe um telegrama. Ele acena ao paquete, que aparece. Sou eu… estendo-lhe o telegrama. Só digo meia dúzia de palavras, do género ‘o senhor Jones, por favor! Chama-se o senhor Jones’. Saio logo a seguir. Não foi muito gloriosa esta minha primeira aparição. Não deixa de ser um começo, mas prefiro esquecê-la”.

O brevíssimo papel foi duramente criticado pelos diretores da Columbia, e Harrison foi convocado para falar com o vice-presidente dos estúdios. “Ele disse-me, ‘nunca conseguirás ser uma estrela! Tony Curtis, pelo contrário, desde que apareceu nos ecrãs, no papel de marçano, viu-se logo que era uma estrela de cinema!’ E eu disse-lhe: ‘Pensei que devia parecer um marçano.’ E ele apontou para a porta: ‘Rua!’”

Harrison alterou o nome. “Acrescentei um ‘J’, já que havia outro ator com um nome igual. E então ficou ‘Harrison J. Ford’, o que dava um ar muito imponente, como se fosse o de um Kennedy. Só que o meu nome era muito mais difícil de encontrar nos jornais do que o dele. Por essa altura, já nem eu sabia muito bem onde estava, nem quem era.”

Em 1967, a Columbia oferece-lhe um papel em A Time for Killing, mas Harrison teve o azar de contracenar com outro Ford, Glenn Ford… A montagem fez com que só entrasse alguns minutos no filme. Harrison tinha um agente, que de pouco lhe servia.

Já saturado, depois de anos a bater com o nariz na porta, foi convidado para entrar em Zabriskie Point de Michelangelo Antonioni. No entanto, o filme tinha algumas sequências escaldantes, no deserto, onde surgiam vários casais entrelaçados. A censura obrigou a MGM a cortar diversas cenas. Numa delas, participava… Harrison Ford. Foi quando mandou passear aquela “corja de burocratas”, segundo diz. Tinha de sustentar a família e decidiu enveredar pela marcenaria e carpintaria.

harrison ford star wars

A CICATRIZ MAIS FAMOSA DO CINEMA

Sem possuir qualquer formação, aprendeu o ofício com a prática, já que “tinha vários trabalhos para realizar em casa e não havia dinheiro para chamar um profissional”. Começou pela bricolage e adquiriu o gosto de trabalhar com a madeira. Conquistou alguma fama como carpinteiro excelente (sem alterar o nome) e um dos seus clientes foi Francis Ford Coppola, com quem mais tarde teria uma reunião a uma secretária. “Fui eu que construí essa secretária”, afirma Ford, orgulhoso.

Ainda hoje se esmera na carpintaria, quando não está em filmagens. “Senti-me satisfeito ao constatar a eficiência do meu trabalho, vendo o que as minhas mãos eram capazes de produzir. Isto era muito mais inteligente do que andar à procura do meu nome num canto do ecrã, durante uns 10 minutos, quando o filme chegava ao fim.”

No final dos anos 60, regressava a casa depois de um dia de trabalho numa companhia teatral. A velha camioneta que conduzia despistou-se e embateu num poste de telégrafo.

O para-brisas estilhaçou-se e Harrison sofreu ferimentos na cabeça, sendo submetido a vários pontos. O único corte profundo foi no queixo, onde o aspirante a ator ficou com uma cicatriz. Ford chegou a pensar que aquela marca o impediria definitivamente de enveredar pela sétima arte.

A magia do cinema permite-nos imaginar que ‘Indiana Jones’ adquiriu a cicatriz numa das suas aventuras. Afinal, Harrison acabou por ter sorte.

David Furtado

Anúncios

Comentários:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s