Marlon Brando: “Somos todos atores”

marlon brando

Quando Brando deu esta rara entrevista televisiva, da qual foi extraído este excerto, já vencera dois Óscares. O primeiro foi por Há Lodo no Cais. Usava a estatueta para prender uma porta, até que a roubaram durante uma festa em sua casa. O segundo, por O Padrinho, recusou-o.

Acho que não conseguíamos sobreviver um segundo, se não fossemos capazes de representar. É um mecanismo de sobrevivência. E é um unguento social… um lubrificante. Na verdade, representamos todos os dias, para salvar as nossas vidas. As pessoas mentem constantemente, todos os dias, ao não dizerem algo em que pensam, ou ao dizerem algo em que não pensam, ou ao demonstrarem algo que não sentem, ou ao tentarem aparentar sentir algo que… já disse isto, não?…

Sim, mas isso não é representar.

Isso é representar.

Não é.

É.

Mas, sabes o que quero dizer, o que fazes no ecrã…

Quando estás nervoso e assustado, nessa cadeira de entrevistador, quando estás tenso ou muito irritado… e sabes que isso não é o que se pretende mostrar aqui, controlas a tua cara, és uma pessoa com grande autocontrolo.

A sério? [Brando sorri perante a expressão séria do entrevistador.]

E tens de fazer isso…

O entrevistador insiste: Dizes que isso é representar, mas não é. Eu estou motivado, nesse momento, e consigo fazê-lo. Suponhamos que tenho à frente alguém que considero um idiota, um chato, consigo fingir que ele é interessante por algum tempo, mas, se me acordares às 9:00 da manhã seguinte e me pedires para repetir essa performance diante de uma câmara, uma e outra vez, eu não consigo, alguns conseguem, alguns fazem-no maravilhosamente e tu pareces fazê-lo melhor que quase todos. Por isso, não me digas que o que eu faço é o mesmo que tu fazes.

Isso não é verdade. Se trabalhares numa agência de publicidade e detestares o homem das ideias, o patrão… sabes que, cada vez que ele aparece com qualquer ideia impossível, algo que te faz rir sozinho quando regressas a casa pela auto-estrada… sabes muito bem que não vais ter um aumento nem vais subir de posto, se não disseres, “Leonard… acho essa ideia fabulosa. É uma maravilha”. [Risos.] Até te inclinas, pões os cotovelos para a frente, mostrando entusiasmo, aproximas o rosto e fazes isso, dia após dia, após dia, para sobreviveres no teu trabalho.

Mas, se eu tivesse de dizer essa frase do “Leonard”, seis vezes, e aperfeiçoá-la cada vez mais… isso é o trabalho de um ator. São coisas isoladas, em que tens uma motivação imediata.

Não são coisas isoladas por causa do procedimento diário!

O diálogo está sempre a mudar, sim, mas…

O diálogo muda, mas a motivação, não.

Queres dizer-me que consigo fazer qualquer papel tão bem como tu?

[Brando reflete.] Isso pode não ser verdade, mas eu não acho que podia representar certos papéis tão bem como tu. Acho que não podia representar o papel que estás a fazer agora.

Mas isto sou eu, não estou a esconder nada!

Estás a pensar em 60 coisas ao mesmo tempo, “como está a correr, se está a ficar maçudo, será que ele está preocupado ou não se expressa bem… será que ele está aborrecido, ofendido, esta altura é boa para uma piada, já não temos muito tempo…” estás a pensar em nove milhões de coisas! E a reagir ao que eu digo e a pensar, “será que isto é ofensivo”, e por aí fora. Estás a… editar coisas a um ritmo louco. E tens de fazer isso, é a tua profissão, mostras-te calmo e ligeiro, divertido e atento, e é fácil perceber que não é nada disto que te vai na mente nem no íntimo.

Parece que me tiraram a roupa toda…

Ouve, isso é algo que eu não podia fazer. Não conseguia fazer o que tu fazes. E isso é um tipo diferente de representação, desempenhas um papel diferente. Mas, adiante, já fizemos suficientes concessões…

[O entrevistador desafia Brando a promover um produto. Este sorri mas recusa.]

Não faço isso.

O homem é incorruptível e é isso que eu esperava…

—–

Brando sorri como se usasse o lubrificante social de que falara. Aqui, não estava a atuar, afinal.

David Furtado

Advertisements

Comentários:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s